Boa manutenção do imóvel: imã para manter inquilinos!

Para muitos proprietários gastar dinheiro com manutenção do imóvel deve ser evitado a todo custo.

No entanto, eu, administradora de imóveis, comprovo que a manutenção do imóvel realizada de forma adequada e planejada reduz drasticamente os reparos de emergência e menos prejuízos ao longo prazo.

Quanto mais tempo você prolongar um problema, mais danos poderão ocorrer e mais dinheiro você acabará gastando.

É o que chamo de manutenção diferida, ou seja: a prática de adiar as atividades de manutenção, como reparos em bens imóveis a fim de economizar custos, ou realinhar o orçamento disponível.

Na verdade a falta de manutenção do imóvel é a porta de entrada para problemas maiores, pois consequentemente gera conflito com inquilinos e redunda no aumento da rotatividade, por fim alta vacância!

A base da boa administração é a boa manutenção!

Quando comecei a escrever os artigos nesse blog meu intuito maior era alertar aos proprietários de imóveis os equívocos que estavam cometendo quando vão aluga-los, mas a dimensão da mensagem atraiu também aos administradores e outros operadores do mercado de locações, e meu compromisso aqui é difundir as boas práticas da gestão locatícia!

Posso afirmar sem medo de errar, seja você um autogestor (proprietário que alugar por conta própria), ou um administrador de imóveis, que a base para uma locação bem sucedida incia com uma manutenção.

Faça um Check-up

Antes de colocar o imóvel para aluguel, faça uma avaliação locatícia de rotina, o que chamo de vistoria de pré-locação, associada a verificações especificas de acordo com a idade, uso, estado de conservação com o objetivo de prevenir por meio da constatação e realização de ações de prevenção, e até mesmo o diagnóstico de desgastes que comprometem o pleno funcionamento de algum item fundamental na garantia da habitabilidade exigida pela Lei do Inquilinato.

Exatamente nesse momento você vai trocar peças, descupinizar armários, retocar pintura, colocar bocais de tomada e lâmpadas, lubrificar esquadrias, e tantos outros itens necessários.

Tenho uma frase: Os inquilinos não são muito incentivados a cuidador do imóvel se você não tiver fazendo isso.

Portanto o primeiro que deve “dar exemplo” é o proprietário, ou então o administrador de imóveis indicando esse caminho como um processo profissional na gestão do bem do seu cliente.

Construindo um imã para manter inquilino.

Nesses 10 anos trabalhando com locações de imóveis pude detectar uma postura: durante a permanência do locatário o único contato com o administrador costuma está relacionada com alguma situação negativa, não é verdade?

Isso prova porque tantos locatários tem um visão ruim dos profissionais, principalmente das imobiliárias. Aqui está a chance de você encantar o inquilino!

Mas Daihane, encantar?  😕 

Exatamente! O erro ainda do proprietário ou gestor contratado é não ver a locação como um negócio!

O mercado de locações é como outro qualquer, você quando compra algo não busca por um bom atendimento? não quer obter uma ótima prestação de serviço? não quer receber pelo contratou? então, o que muda aqui?

NADA!

Pena que só percebi isso com a experiência..

Você quer ver seus inquilinos renovarem ano após ano? te indicarem? 

Então, é melhor fazer da manutenção sua prioridade!

A manutenção do imóvel.

manutenção do imóvel-1

Durante o vinculo locatício pode ocorrer chamadas dos locatários, e te faço as seguintes perguntas:

  • Qual seu processo de manutenção?
  • Como você lida com as chamadas urgentes?
  • Quanto tempo você leva para resolvê-los?
  • Qual a sua postura quando recebe reclamações?
  • O que você faz depois que resolve junto ao seu inquilino?
  • Você tem profissionais acessíveis?

Para quem é proprietário não deve saber nem como começar, e esse é uma das desvantagens da autogestão, ao menos que tenha tempo suficiente para isso.

É verdade, que muitos inquilinos acreditam que praticamente qualquer problema de manutenção é “pra ontem”, e é por isso que proponho aqui que você tenha um processo para lidar com isso tranquilamente, pois a boa manutenção também tem a ver com um bom atendimento ao seu cliente..

sim… o inquilino também é seu cliente!

O Administrador de Imóveis é o profissional habilitado para saber identificar se o chamado solicitado trata-se do MAU USO da coisa, ou de fato uma responsabilidade do proprietário assumir a execução/troca, ou até mesmo repartir os custos.

Falo bastante no meu Curso sobre Administração de Imóveis Residenciais na Prática como a postura profissional faz toda a diferença na resolução dos conflitos, além é claro do conhecimento técnico da Lei do Inquilinato, você pode conhecer mais AQUI <<

Tenho uma máxima: Acompanhe, acompanhe, e acompanhe!! muitas vezes o inquilino só quer saber que você não esqueceu deles!

E você? negligenciar a manutenção do imóvel já lhe custou dinheiro?

Posts Recomendados